Home Onze Trinta Produtora de videos.png

Recent Posts

Para receber nossos posts, cadastre-se.

Encontre pelo tema

A Força Econômica do Audiovisual

O audiovisual interfere tanto na economia quanto na geração de empregos.

As atividades do setor audiovisual geram muita renda. Assim, é um segmento importante para a geração de empregos e para a economia e, como o setor é diverso e cheio de força (mesmo em momentos de crise), a capacidade de reinvenção e adaptação para novas medidas ocorre com uma certa tranquilidade. Sem contar que o audiovisual passeia por várias indústrias, e hoje exerce um papel importante nas estratégias de marketing.


Pluralidade

A área ano após ano evolui e recebe uma injeção de inovação, o que atrai diferentes profissionais. Como é um trabalho coletivo, o audiovisual requer pessoas diversas para acontecer, e as áreas de atuação são várias: cenografia, criação, direção, produção, edição, finalização, figurino, caracterização, iluminação, operação de equipamentos, sonorização, redação, entre outros. Por isso, se um profissional trabalha com criatividade, construção e tecnologia, ele pode estar na área.


Prosperidade

Segundo um documento assinado por 63 entidades do audiovisual durante o 47º Festival de Cinema de Gramado, em agosto de 2019, o setor movimentou até então mais de R$25 bilhões por ano, representando 0,46% do PIB do Brasil. O documento também revela que o setor cresceu 8,8% ao ano, e era responsável por mais de 330 mil empregos. É claro que devemos considerar o ano da publicação, quando o mundo não enfrentava uma crise sem precedentes, e quando o audiovisual era uma das indústrias mais lucrativas do país. No entanto, não podemos negar a importância do setor na economia, mesmo depois de 2019.


Televisão

Algo que parou brevemente durante os primeiros trimestres de 2020, mas que foi retomado aos poucos a partir do final do ano, o mercado de televisão é o setor que mais cria empregos e rendimentos. De acordo com um levantamento realizado no ano de 2019 pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), o primeiro semestre do ano citado registrava cerca de R$3,8 bilhões em compra de espaços publicitários, sendo 55% desse total responsabilidade da TV aberta. O crescimento do mercado televisivo abrange tanto canais abertos quanto canais por assinatura e, com os serviços de streaming ganhando força, uma terceira via de produção para televisão se abre, garantindo ao audiovisual a posição de uma das forças motrizes econômicas do mundo.


O audiovisual é plural, coletivo e gera muitos empregos. Mesmo passando por um difícil momento de crise na indústria cultural, se mantém em pé pelo mundo, ao atualizar-se e adaptar-se às novas condições de produção. E a tendência é retomar o crescimento e a forte participação econômica aos poucos, mas com estabilidade.


A Onze Trinta está há mais de 10 anos na indústria, e pode te ajudar. Vem conversar com a gente.