• Verônica Gubert

O que é correção de cor e color grading em vídeos?


(Fonte: fotografia retirada do Google Imagens)

Já conhece correção de cor e color grading em vídeos?

A Onze Trinta te conta mais sobre essas técnicas de finalização no audiovisual

Cores têm o poder provocar reações emocionais e transmitir atmosferas, o que influencia diretamente no entendimento da mensagem de um vídeo. Por isso, na hora de contar uma história em audiovisual, é muito importante ter controle sobre as tonalidades capturadas no filme. Para isso, existem as técnicas de “correção de cor” e “color grading”, aplicadas no processo de finalização de um projeto, depois da sua montagem, por meio de softwares específicos ou ferramentas disponíveis dentro dos programas de edição.

Mas qual é a diferença entre os dois processos?

“A primeira coisa a entender é a diferença entre correção de cor e color grading. Correção de cor é um ajuste no balanço de branco e na fotometria (braço da óptica que busca medir a intensidade da luz) da cena. Color grading é quando você traz intenção para sua correção de cor, é o momento de apresentar as cores e os sentimentos que elas devem mostrar”, explica Raul Fernandes, diretor de fotografia e CEO da Onze Trinta.

Ou seja: na correção de cor, os tons de um vídeos são ajeitados e harmonizados, para que as imagens apresentadas sejam fiéis a forma com que as veríamos a olho nú. Enquanto no color grading, o ajuste vai além: aqui, o conceito visual é colocado em prática, manipulando as cores para que elas se encaixem na linguagem estética do projeto.

Como é na Onze Trinta

Na produtora, a correção de cor é pensada em todos os momentos da produção de um vídeo. “Nós definimos as cores do vídeo no momento em que o roteiro é escrito. Trabalhamos essas intenções no moodboard e no storyboard para que o cliente entenda nossa forma de pensar. Já na pós-produção, quando o vídeo está montado, entramos na etapa de finalização e é nela que fazemos a correção de cor”, esclarece o CEO.

Raul conta que há muitas formas de operar com luz e cor na finalização de um filme. “Nosso processo varia muito de acordo com o projeto: em um vídeo institucional temos que apresentar cores mais reais. Assim, o color grading aponta para um caminho mais natural, sem muitas intervenções. No caso de uma campanha, trabalhamos as cores da marca e o sentimento presente no roteiro. Normalmente, um vídeo mais emotivo pede cores mais quentes, por exemplo”.

Cuidados

Mesmo em projetos mais dinâmicos, que pedem uma gravação mais urgente e acelerada, como a cobertura de feiras, a Onze Trinta não deixa de considerar o equilíbrio das cores. “Quando estamos em uma condição mais adversa, temos que nos atentar ainda mais nas configurações da câmera para que o arquivo chegue o mais pronto possível na ilha de edição. Observamos balanço de branco, fotometria e enquadramento para que o editor ganhe tempo, já que eventos precisam de divulgação rápida, para manter o interesse do público”, conta.

Tem uma história para dividir com o mundo? Entre em contato e conheça todas as soluções que oferecemos na Onze Trinta!

#ediçãodevídeo #produçãoaudiovisual #produçãodefilme #produçãodevídeo #videocampanha #vídeoreceita #vídeodegastronomia

0 visualização