top of page

Quatro dicas para evitar relações comerciais tóxicas


Quatro dicas para evitar relações comerciais tóxicas


Uma pauta envolvendo participantes do #BBB23 trouxe o tema das relações #tóxicas para o debate público. Esse assunto é cada vez mais abordado e vemos algumas mudanças na sociedade a fim de combater esse comportamento, responsabilizar os culpados e acolher as vítimas. A #1130 apoia e suporta a causa como um de seus pilares, acreditamos no bem-estar, na alegria e no amor #saudável. Mas temos um papel importante também no mercado de trabalho e, depois dessa introdução gigante e necessária, precisamos falar sobre relações comerciais tóxicas.


Com certeza você que é prestador de serviços, agência, #produtoradevídeo ou profissional da comunicação já sofreu algum abuso de um cliente. O comportamento tóxico pode se manifestar na forma de pagamento, nos valores ofertados, nos prazos, nos ajustes, quando acontece algum problema ou quando a solução encontrada não é aceita. Você já recebeu cobranças abusivas? Já foi pressionado para assumir responsabilidades que não eram suas? Já foi ofendido? Então você foi abusado! E nosso mercado precisa se unir para acabar com esse comportamento.


Em toda relação comercial temos um contrato e o que está estabelecido ali dita como será a relação entre as partes. O combinado não sai caro, lembra dessa? Tenho certeza que algum cliente já te pediu mais do que estava contratado e que no final das contas nem ele nem você saíram satisfeitos.


Nossa sociedade está cada dia mais ansiosa e assim passamos por cima de qualquer planejamento, tudo fica para a última hora e nessa correria a educação não pode faltar. Lembra do cliente mal educado que te ofendeu? E isso não pode se repetir.


Aqui estão algumas dicas pra evitar esses problemas:


1- Nunca abra mão do contrato, ele é sua principal segurança durante a execução de um trabalho. Tenha cláusulas que te protejam e protejam sua empresa.


2- Faça uma reunião de #briefing com seu cliente e anote tudo que foi dito na frente dele. Reforce o que foi pedido e confirme se você entendeu tudo. Faça disso um documento e compartilhe com ele, esse texto pode te salvar das mudanças repentinas de projeto.


3- Seja firme com suas etapas de aprovação, o cliente precisa se responsabilizar pelo o que já aprovou. Avalie com cuidado as mudanças de rota para que esse trabalho não vire um Frankenstein.


4- Saiba o momento certo de recusar um cliente. Nem sempre estamos no melhor momento financeiro, mas o que parece uma solução agora pode se tornar um problemão em um futuro próximo. É uma decisão difícil e só você saberá o tempo certo para tomá-la.


A 1130 está aqui para deixar a comunicação mais simples e vantajosa tanto para quem presta o serviço quanto para quem contrata. Você também pensa assim? Gostaria de ter parceiros que agreguem ao seu pensamento? Venha conversar com a gente, juntos vamos mudar o mercado.


Bình luận


Para receber nossos posts, cadastre-se.

Encontre pelo tema

bottom of page