BRAINSTORMING

Tempestade de ideias. É onde nascem todos os conceitos, onde tudo é possível. O brainstorming, apesar de muito utilizado recentemente em diversas áreas - não apenas na publicidade - surgiu em 1957, criado por Alex Osborn. 

Do ponto de vista cognitivo, a atividade de brainstorming causa uma reação em cadeia no cérebro dos participantes: dentro do processo, o fato de não haver restrições de julgamento (reduzir as críticas é o primeiro passo) permite que uma ideia desperte diferentes e novas ideias não apenas em quem a gerou, mas também nos outros participantes. 

Dentro desta reação em cadeia de ideias, a quantidade destas é bem-vinda, assim como os espaços para adicionar, combinar e melhorar. E sabemos que mais cabeças pensam melhor que apenas uma, certo? 

Por isso, o brainstorming é muito importante como ponto de partida criativa. Todos juntos para resolver um problema específico, e a combinação de ideias é o que entrega o resultado final.